PARCEIROS

Participantes do projeto

Universidad de Oviedo
Beneficiario principal

Dentro da Universidade de Oviedo e participação da equipe neste projeto está vinculado ao Departamento de Biología de Organismos y Sistemas (BOS) e do Instituto de Recursos Naturais e Planejamento (INDUROT), com recursos pessoais e técnicas para a implementação. Diferentes membros da equipe tem uma vasta experiência na caracterização e gestãodos sítios Natura 2000 e restauração ambiental: Caracterização de habitats de interesse comunitário na Espanha; Inventário dos habitats de interesse comunitário em PBR das Astúrias; Habitat e distribuição de espécies da Directiva Habitats nas Astúrias; Proteção e plano de recuperação de áreas naturais.

Logo uniovi-indurot
MAIS INFORMAÇÃO

A equipa envolvida neste projecto ganhou experiência em gerenciamento de projetos através da implementação dos seguintes projectos, em particular, e relacionado SOS PRADERAS:

  • LIFE11 ENV/ES/000547 Innovative and demonstrative arsenic remediation technologies for soils” LIFE I+DARTS ( 2011)
    – Beneficiario principal: Universidad de Oviedo
  • LIFE11 NAT/ES/000707 Inland wetlands of Northern Iberian Peninsula: management and restoration of mires and wet environments-TREMEDAL (2011)
    – Beneficiario: Universidad de Oviedo
    – Bénéficiaire Principal: Gestión ambiental, viveros y repoblaciones de Navarra (GAN).
  • LIFE13 NAT/ES/000883 In situ and Ex situ innovative combined techniques for coastal dune habitats restoration in SCIs of northern Spain? LIFE+ ARCOS (2013).
    – Beneficiario principal: Universidad de Oviedo.
PESSOAL
CONTATO

Universidad de Oviedo, INDUROT.
Campus de Mieres, edificio de investigación.
C/Gonzalo Gutiérrez de Quirós, s/n 33600 Oviedo.
Tel: +34 985 45 81 18 / +34 985 45 81 19
Web: http://www.indurot.uniovi.es/

Tomás Díaz, tdiaz@uniovi.es
Miguel Álvaro Bueno Sánchezabueno@uniovi.es
María Luisa Alonso González, luisaag@uniovi.es

Consorcio Parque Natural de los Picos de Europa
Socio Beneficiario

A entidade é competente nas áreas de conservação e espécies protegidas. um território é administrado por uma figura de protecção nacional de primeira ordem (National Park) e Natura 2000 e Reserva da Biosfera da rede

Tem uma vasta experiência em gestão e em particular para a conservação dos prados, trabalhando sobre a questão desde 2011, a partir de três pontos de vista: a conservação da flora, as borboletas e as práticas agrícolas tradicionais.

A transferência de experiências de outras áreas da rede Natura 2000 de gestão e a possibilidade de implementar metodologias inovadoras que podem nos permitam avançar hayfields de conservação na velocidade necessária para o seu desaparecimento rápido (e, portanto, o património natural e cultural envolvidos).

Logo Consorcio Picos de Europa
MAIS INFORMAÇÃO

Projectos em que participou nos últimos três anos:

  • LIFE12 NAT/ES/000322: Red Quebrantahuesos. 2013-2018. Participação como co-financiadores..
  • LIFE09 NAT/ES/513: Programa de acciones urgentes para la conservación del urogallo (Tetrao urogallus cantabricus) y su hábitat en la cordillera Cantábrica. 2010-2016.
  • LIFE11 TREMEDAL NAT/ES/707: Humedales continentales del Norte de la Península Ibérica: Gestión y restauración de turberas y medios higrófilos. Outubro 2012 a outubro de 2015.
PESSOAL
CONTATO

Área de conservación
Av. Covadonga, 43 – 33550 Cangas de Onis – Asturias.
Web: http://www.mapama.gob.es/es/red-parques-nacionales/

Amparo Mora Cabello de Alba amora@pnpeu.es

Instituto Politécnico de Bragança
Socio Beneficiario

En el ámbito de sus competencias, el IPB promove ativamente a ligação entre conhecimento científico e tecnológico e a sua aplicação na sociedade. De grande relevância para as atividades de I&DT e transferência de conhecimento destaca-se a participação do IPB no Parque de Ciência e Tecnologia de Trás-os-Montes Brigantia EcoPark. É ainda de destacar a existência no IPB de um Centro de I&D de reconhecido mérito em áreas relevantes para o projeto.o CIMO-Centro de Investigação de Montanha.
De acordo com o ranking de performance científica desenvolvido pelo SCImago Research Group, o IPB é a instituição de ensino superior portuguesa com o maior -normalised impact-, o melhor ?excellencerate?, a melhor ?excellence with leadership? e o melhor -technological impact. O IPB possui relevante capacidade técnica na área temática específica deste projeto, patente em vários projetos executados recentemente.